Doberman

O Doberman é muito conhecido por conta de uma das suas características mais marcante: o sentido de alerta.

Por esse motivo, ele foi e ainda é bastante utilizado como cão de guarda.

Mesmo nesse sentido, ele é um cachorro que se apega com facilidade a família e é bastante leal.

Logo, acaba por se tornar uma ótima companhia, mesmo que a sua aparência em um primeiro instante cause espanto.

No entanto, não podemos negar que esse cachorro precisa de adestramento para que não se torne violento.

Descrição da raça Doberman

O Doberman é um cão de grande porte, onde a sua altura varia de 61 a 71 centímetros.

Como consequência, é um cachorro que tem bastante força e disposição, tornando-se necessário a prática de atividades físicas.

Além disso, por conta do seu tamanho, ele é mais ideal para ambientes espaçosos ao invés de apartamentos, por exemplo.

Isso porque, quando não há espaço suficiente para que ele se exercite, é normal que apresente um comportamento mais irritável.

Por outro lado, quando há esses simples cuidados, juntamente com um bom treinamento, ele se mostra bastante inteligente, protetor e afetuoso.

Além disso, ele é ideal para donos que não querem ter trabalho com banho, tosa e escovação frequente.

História do Doberman

Essa é uma raça nova, que surgiu na Alemanha, mais ou menos no ano de 1890.

Ele bichinho criado por um cobrador de impostos chamado de Karl Friedrich Louis Doberman.

Como você já deve ter percebido, esse cachorro recebeu o seu nome em homenagem ao dono.

A intenção nessa criação era ter um animal de grande porte, capaz de acompanhá-lo durante a execução das suas atividades.

Desse modo, o objetivo era que o cachorro fosse capaz de proteger o dono enquanto ele batia de porta em porta.

Mesmo não sabendo ao certo quais raças deram origem ao Doberman, acreditam-se que foi uma mistura de Pastor Alemão, Rottweiler, Weimaraner, Pinscher, Greyhound e Terrier.

A ideia era ter um cão forte, inteligente, rápido, leal, corajoso e confiável, exatamente tudo que essa raça é.

Características do Doberman

É muito fácil reconhecer um Doberman por conta das suas características marcantes.

Cores e pelagem

O pelo desse cão é curto, liso, duro e grosso, que pode apresentar-se em 4 cores:

  1. Preto;
  2. Azul;
  3. Vermelho;
  4. Fulvo.

Mesmo que essas sejam as cores predominantes, é possível se observar ainda alguns traços de ferrugem nos olhos, bochecha, pernas, garganta, testa, cauda e focinho desse animal.

Temperamento

Apresentando-se de maneira elegante e musculosa, o temperamento dele é bastante agradável e inteligente.

Inclusive, sendo considerado um dos cães mais obedientes e com grande inteligência para aprender novas habilidades e comandos.

Além disso, ele é legal, protetor, feroz e bastante resistente, por isso é muito usado para regaste, busca e serviços militar.

Isso não significa que ele não seja brincalhão, pois quando está em família tudo que ele deseja é se divertir.

Esses momentos são ideias para que ele consiga gastar toda a sua energia, que é muita.

Comportamento

O temperamento desse bichano depende muito da criação que ele teve, assim como todos os cachorros.

Quando bem adestrados, eles se mostram carinhosos, educados e obedientes ao seus donos.

Em contrapartida, não espere o mesmo tratamento com estranhos, pois ele é um cão desconfiado e age com bastante cautela na presença de desconhecidos.

Esse tipo de comportamento surge até mesmo quando ele é bem treinado.

Logo, o processo de socialização deve ser feita de maneira intensa quando filhote.

Desse modo, você não terá grandes problemas quando ele chegar na fase adulta.

Quando o assunto é amizade com outros animais, o Doberman não consegue ser muito sociável, por isso evite esses contatos, principalmente se for um cão da mesma raça.

Estamos falando também de um cachorro que pode ser bastante destruidor.

Isso porque, ele é energético e ativo, precisando bastante de atividades físicas para viver bem.

Cuidados com o Doberman

O Doberman parece um cão saudável e forte, coisa que ele realmente é, mas os cuidados sempre são necessários.

Atividades físicas

É preciso bastante atividade física para que esse cachorro viva bem, então coloque-o sempre para se movimentar.

Adestramento

Para evitar problemas de mal comportamento e desobediência, o recomendado é que você adestre o seu bichinho.

Isso é bom porque essa é uma raça que gosta de aprender coisas novas.

Logo, exercitar a inteligência vai ser algo positivo não só para você, mas também para ele.

Dentes

O recomendado é que você escove os dentes do seu animal de estimação semanalmente, evitando assim problemas bucais.

Saúde

Como toda raça, existem alguns problemas de saúde comuns para esse bichano.

Coração

Não é raro que esse cão apresente problemas no coração, que é bem comum entre animais de grande porte.

Sangue

Existe o risco de hemorragia por conta da doença de Von Willebrand, considerado um problema causado por conta da falta de proteínas.

Nessa realidade, o recomendado é que você leve seu Doberman para consultas periódicas ao veterinário.

Preço

Se você quer adquirir um Doberman saiba que é necessário desembolsar uma boa quantia.

Isso porque, o preço desse cachorro varia entre R$ 900,00 até R$ 7.000,00.

Assim, vale a pena pesquisar e procurar por aquele que esteja mais de acordo com seu bolso.

Curiosidades do Doberman

Existem algumas curiosidades interessantes sobre esse bichano:

  • Participações no cinema – essa raça já fez participações em filmes, como o Operação Zodíaco;
  • Soldados na guerra de Okinawa – por conta do seu instinto protetor e força, eles foram extremamente relevantes na guerra de Okinawa.

Conclusão

Como visto, o Doberman não é um cão para qualquer dono, é preciso que haja treinamento e respeito para com as suas necessidades. Assim, ele se tornará um fiel companheiro.

Rottweiler

Apesar da cara de mau e do corpo robusto, o Rottweiler é um cão bastante amoroso e apegado aos donos.

Porém, essas informações sobre ele são pouco conhecidos, já que uma grande parcela da população acredita tratar-se de um cachorro perigoso.

Entretanto, quem tem a oportunidade de conhecer mais profundamente esse bicho sabe que não é bem assim.

Isso porque, quando socializado corretamente ele se mostra um ótimo animal de estimação.

Antes de decidir adotar um Rottweiler é importante que você conheça um pouco mais sobre ele.

Descrição da raça Rottweiler

Essa raça de cachorro é considerada de médio a grande porte, podendo ter uma altura de 55 a 68 centímetros.

A sua pelagem é dura e lisa, geralmente não apresentando grandes variações de cor.

A sua aparência é de um cão musculoso, forte e vigoroso, o que tende a causar certo medo nas pessoas.

No entanto, por trás de toda essa musculatura e cara de mau existe um bichinho dócil, capaz de surpreender com sua lealdade e alegria.

Para além disso, trata-se de uma raça bastante inteligente, o que o torna propicio a trabalhar como cão policial e até mesmo pastor em sítios e fazendas.

Aliás, pouco se sabe, mas o Rottweiler é até mesmo utilizado como cão de terapia.

História do Rottweiler

Não se sabe ao certo como começou a história dessa raça, mas acredita-se que ela seja resultado do cruzamento de um cão tipo mastiff com drover dog.

Contam-se que o história Rottweiler é originário da Alemanha, tendo surgido no Império Romano, pois existia a necessidade de se ter um cão para proteger o exército durante a noite.

Além disso, ele também era utilizado para controlar o gado durante o dia e afastando ursos também.

Posteriormente, esse cão foi utilizado na cidade chamada de Rottweiler, que deu ao nome a raça, onde era usados para puxar os carrinhos de carne.

Características do Rottweiler

Como todos as raças, essa também apresenta algumas característica bem particulares.

Cores

A principal coloração desse cão é o preto, mas existem marcações na sua pelagem meio avermelhado, ferrugem e bronze.

Normalmente, essas marcas estão presente nas bochechas, garanta, pernas, focinho e peito.

Pelagem

A pelagem também é uma característica marcante desse cão, já que eles são densos e rígido.

Por conta disso, a perda de pelo não é um problema frequente para essa raça.

Temperamento

Como dito anteriormente, essa raça nasceu com a intenção de trabalhar e assim foi durante muito tempo.

Logo, é normal que ele apresente algumas característica como inteligência acima da média e instinto protetor.

Além disso, é importante desmitificar a ideia de que o Rottweiler é obrigatoriamente um cão violento, pois isso não condiz com a verdade.

Inclusive, é muito comum encontrar cães dessa raça que são amorosos, carinhosos e adoráveis.

No entanto, tudo isso só é possível quando adestrado desde filhote, pois sem esse processo ele pode se tornar bastante perigoso.

Portanto, se você quer adotar um cachorro dessa raça, é necessário utilizar a grande inteligência do seu bichinho de maneira positiva.

Comportamento

O comportamento desse cão depende muito da educação que ele teve quando filhote.

Desse modo, é importante enfatizar novamente a necessidade de adestramento.

A partir do momento que essa educação positiva é dada, ele se torna um cão que consegue conviver com crianças, idosos e desconhecidos facilmente.

Sem contar que o adestramento é relevante para que ele não se torne um cão destruidor e agitado.

Cuidados com o Rottweiler

Existem alguns cuidados que os donos do Rottweiler precisam ter para garantir que o bichinho viva bem.

Espaço

Cachorros dessa raça precisam de espaço mínimo de 2 metros, pois eles precisam se exercitar frequentemente.

Por essa razão, não é aconselhado criar esse cão em um locais pequenos, como apartamento.

Adestramento

O adestramento é extremamente necessário para que ele torne dócil, obediente e amoroso quando adulto.

Atenção

Essa é uma raça de cão bastante apegado e não gostam de se sentir sozinhos.

Dentro desse contexto, não deixe o seu bichinho de estimação muito tempo sozinho.

Cuidados com as unhas

É preciso cortar regularmente a unha desse animal, que costuma crescer em uma velocidade impressionante.

Alimentação

A alimentação é importante para que o Rottweiler cresça saudável e para que não desenvolva problemas como obesidade.

Saúde

De maneira ampla, o Rottweiler apresenta um aspecto saudável e forte, o que realmente é verdade.

Entretanto, isso não significa que ele não esteja sujeito a alguns problemas de saúde.

Coração

Problemas no coração é uma questão que envolve essa raça por conta de problemas genéticos.

Quadril e cotovelo

Existe o risco de displasia no quadril e o cotovelo, o que pode acabar gerando muito dor para o bichinho.

Obesidade

Não é raro encontrar cães dessa raça com problemas de obesidade, por isso é importante apostar em uma dieta equilibrada e na prática de atividades físicas.

Preço

Ficou apaixonado pelo Rottweiler? O preço desse bichinho pode sofrer uma grande variação, indo de R$ 300,00 até R$ 13.000,00.

Assim sendo, a dica é pesquisar bastante antes de adquiri um cãozinho desse.

Curiosidades do Rottweiler

Existem algumas curiosidades bem interessantes sobre esse bicho, veja:

  • Apesar de ser um cão muito temido por algumas pessoas, essa é uma das 10 raças preferidas dos brasileiros;
  • Em alguns países ainda existe a prática de cortar o rabo desse cão, mas isso é proibido no Brasil.

Conclusão

Se você procura um fiel companheiro, energético, alegre, amoroso e carinhoso, com certeza o Rottweiler vai atender todas essas necessidades.

Boxer

Você procura um cão inteligente, brincalhão e dócil? Então o Boxer vai lhe agradar bastante.

Logo de cara é normal que você fique assustado com os cachorros dessa raça por conta da aparência que eles têm.

No entanto, trata-se um cão carinhoso, amoroso e trapalhão, ideal para trazer mais alegria para a sua família.

Inclusive, é válido ressaltar que essa é uma raça muito utilizada como cão de companhia para deficientes visuais.

Portanto, já é possível concluir que ele certamente é fiel, inteligente, obediente e bastante cuidadoso com o dono.

Descrição da raça Boxer

O Boxer é um cão considerado de médio a grande porte, onde a sua altura varia de 53 a 63 centímetros.

O cachorro dessa raça tem o hábito de ficar totalmente ereto nos membros posteriormente.

Em um primeiro momento isso pode parecer assustado, mas todo esse tamanho é só detalhe e não coloca medo em ninguém.

Isso porque, conhecendo bem essa raça, é possível perceber que trata-se um animal que ama brincar e tudo é visto como brincadeira para ele.

Além disso, são bastante apegados aos donos e se dão bem até mesmo com crianças.

História do Boxer

Este cão não é considerado uma raça antiga, já que a sua criação é datada no fim do século XX.

O seu surgimento ocorreu do cruzamento entre o Bulldog Inglês e do Bullenbeisser.

A intenção era criar um animal que fosse mais alto, leve e também ágil, podendo assim ter maior sucesso em brigas.

Isso porque, o objetivo era que ele fosse utilizado para caçar veados e javalis selvagens.

O experimento deu certo e assim nasceu o Boxer, que aos poucos foi ganhando destaque em competições caninas.

De lá para cá o interesse nessa raça só aumentou e hoje ele é considerado um animal bastante popular.

Características do Boxer

É importante conhecer algumas características dessa raça, assim fica fácil decidir se ele é realmente o que você procura.

Cores

O Boxer apresenta diversas cores que são reconhecidas, como a pelagem mais fulva e o peito, focinho e as patas mais brancas.

No entanto, existem também animais dessa raça com cores mais tigradas, principalmente amarelo e prata.

Pelagem

Os Borxers apresentam uma pelagem bem mais curta, onde os pelos são duros e brilhantes.

Por conta dessa característica, ele não costuma soltar muitos pelos como alguns outros cachorros.

Temperamento

Esse cão é considerado energético, protetor, brincalhão, engraçado e ama agradar.

Em função disso, mesmo que não queira, ele acaba sendo obediente, só para deixar o dono feliz.

Além disso, o Boxer é um cachorro bastante ágil e dono de uma inteligência que surpreendente.

Como consequência, não é dificultoso fazer o adestramento desse bichinho, aliás, pode ser até bastante proveitoso.

Comportamento

Todo esse temperamento resultada em um comportamento adorável para com seus donos.

Contudo, não se pode dizer o mesmo com estranhos, portanto é preciso acostumá-lo com a socialização desde cedo.

Desse modo, quando adulto ele conseguirá conviver tranquilamente com amigos, vizinhos e familiares.

Ah, é importante frisar que quando filhote essa é uma raça bastante destruidora.

Então, não vai ser raro encontrar objetos destruídos e fora do local que estavam.

Porém, não se preocupe, é só uma fase e em pouco tempo ele passará a ser um cão mais tranquilo.

Para além disso, o Boxer não costuma latir muito, fazendo isso apenas quando há extrema necessidade.

Cuidados com o Boxer

Como todo cão, o Boxer exige alguns cuidados mais específicos. Veja!

Alimentação equilibrada

A alimentação é um fator importante, já que é necessário que ele coma bem e de forma adequada ao seu tamanho e idade.

Assim, ele crescerá na mais plena saúde, mas sem exageros com comida, pois ele pode se tornar obeso.

Cuidados com os dentes

Para manter a aparência do seu bichinho saudável, é preciso que a escovação dos dentes aconteça de forma frequente.

O recomendado que você escove os dentes deles uma vez por semana no mínimo.

Atividades físicas regulares

Como qualquer cão de médio ou grande porte, é preciso que haja uma prática de atividades físicas regulares.

Saúde

Mesmo sendo considerado uma raça saudável, existem alguns problemas de saúde bem comuns entre os Borxers.

Problemas no coração

É comum que cães dessa raça apresentem problemas no coração, por isso existe a necessidade de se fazer consultas com o veterinário constante.

Quadril

Essa raça apresenta as patas da frente maiores que as traseiras, portanto existe também o risco de displasia no quadril.

Por vezes, esse problema causa bastante dor e pode dificultar até mesmo a locomoção do seu animal.

Pele

A pele do Boxer precisa de cuidados especiais, pois ele é considerado uma raça verruguenta.

Preço

Hoje é possível encontrar essa raça de cachorro nos mais diversos preços, com valor mínimo de R$ 1.600,00 até R$ 3.500,00.

Por esse motivo, é sempre válido fazer uma pesquisa antes de comprar esse bichinho de estimação.

Curiosidades do Boxer

Algumas curiosidades interessantes envolvem essa raça, veja:

  • Os boxers levam esse nome por conta do hábito utilizar as patas da frente na hora da brincadeira;
  • Apesar de ser um cão de porte a grande médio, ele consegue se dar bem em apartamentos;
  • Fêmeas dessa raça adotam os filhos dos seus donos como seu, tornando-se bastante protetoras com crianças.

Conclusão

Enfim, escolhendo adotar ou comprar um Boxer, pode ter certeza que você vai ganhar um grande amigo, corajoso, brincalhão, dócil e leal.